radiologia veterinária

Radiologia veterinária e seus diferentes métodos no auxílio para um diagnóstico

A radiologia veterinária auxilia o processo de diagnóstico, acompanhamento e tratamento de doenças nos animais, com o uso de equipamentos que emitem feixes de radiação, conhecidos também como raios x, que por fim formam a imagem. O diagnóstico por imagem é importante para o ajudar o veterinário durante a consulta e tratamento do animal, uma vez que traz maiores detalhes da estrutura óssea e até mesmo tecidos do animal, otimizando assim a identificação de uma possível doença ou fratura.Ao passar por um exame de radiologia veterinária, logo é possível identificar qual a área do corpo do animal está sendo afetada, assim como a extensão do problema. Caso seja necessária uma intervenção cirúrgica o raio x também vai ser utilizado com um auxílio durante o procedimento.

Como é realizado um exame por imagem na radiologia veterinária?

A escolha do tipo de exame que será utilizado vai depender da suspeita do diagnóstico do médico veterinário e o que ele busca encontrar, os exames por imagem podem ser feitos através dos equipamentos de:

  • Tomografia computadoriza: É um método de diagnóstico prático e eficaz, o tomógrafo é um aparelho que emite raios x, além de ser preciso é rápido e diminui os riscos os riscos de utilizar anestésicos em animais mais debilitados, por isso é muito utilizado na radiologia veterinária;
  • Raio x: O raio x é um exame solicitado pelos veterinários para auxiliar em diagnósticos de doenças nos pets, ele permiti ver em detalhes os tecidos ósseos e órgãos internos do animal, existem dois tipos de raio x mais comuns e que são utilizados na radiologia veterinária o raio x digital e o raio x contrastado;
  • Ultrassonografia: É um método utilizado pela radiologia veterinária em laboratórios, como um exame auxiliar para o diagnóstico final, permitindo a visualização interna do corpo do animal, sem recorrer a um corte ou cirurgia;
  • Ressonância Magnéticas: Traz como vantagem na radiologia veterinária por ser um método pouco invasivo e que não utiliza radiações ionizantes para promover uma melhor visibilidade e que possibilita a visualização de forma clara, com alta qualidade, resolução e contraste de áreas especificas, além de apontar possíveis tumores malignos no animal.
  • Equipamentos de Medicina Nuclear: A medicina nuclear permite visualizar a fisiologia e a anatomia dos animais através dos exames de radiologia veterinária como: Cintilografia óssea, Cintilografia de perfusão cardíaca, Cintiolagrafia renal e Cintilografia pulmonar.

Como a radiologia veterinária ajuda na radioterapia veterinária?

Quando um pet é diagnosticado com câncer a radioterapia é uma das soluções de tratamento para a doença, mas para isso é necessário durante o planejamento radioterápico a utilização da radiologia veterinária através de exames de diagnóstico por imagem, como ressonância magnética, raios-x e tomografia. Tudo para que o médico veterinário consiga encontrar e saber o tamanho do tumor. Quando um caso de câncer é diagnosticado precocemente, as chances de que a radioterapia veterinária consiga vencer a doença são bastante altas. Com isso, o animal volta a ter saúde e qualidade de vida.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Ideal Pet Care atende radiologia veterinária: