raio x veterinário

Raio x veterinário quais as diferenças entre os exames

O raio x veterinário é um exame solicitado pelos médicos veterinários para auxiliar em diagnósticos de doenças nos pets. O exame permiti ver em detalhes os tecidos ósseos e órgãos internos do animal, existem dois tipos de raio x veterinário mais comuns e que são utilizados pelos profissionais o chamado raio x digital e o raio x contrastado, cada um possui características e finalidades diferentes.

Porque o raio x veterinário digital é o exame mais solicitado?

O raio x veterinário digital pode ser uma opção mais conveniente uma vez que é uma operação mais rápida, menos invasiva e causa menos estresse ao animal. O exame é feito por meio de um equipamento que emite os então chamados raios x, que atravessam o corpo do animal, enquanto um computador processa instantaneamente os dados coletados e analisa as diferenças de intensidade do corpo e cria uma imagem. O procedimento dura em média vinte minutos e pode ser usado também para identificar tecidos e estruturas ósseas que possuam características muito diferentes. As regiões do corpo do animal em que o exame pode ser utilizado são:

  • Músculo esquelético: O raio x veterinário digital é capaz de identificar fraturas, ajudar no monitoramento de cicatrização e crescimento do osso, localizar deformidades, infecções e doenças neoplásicas ósseas;
  • Coluna vertebral: Identifica de luxações, fraturas, anormalidades ósseas e alterações degenerativas podem ser reconhecidas por meio do raio x veterinário digital;
  • Tórax: Nessa região do corpo do animal é possível ser realizado a análise de patologias cardiovasculares e pulmonares, assim como a identificação de tumores na traqueia e esôfago;
  • Abdômen: O raio x veterinário digital pode ajudar nos exames de ultrassom, na identificação de objetos que possam ter sido engolidos, diagnosticar doenças ou obstruções no intestino;
  • Crânio: Os exames mais indicados para a região da cabeça são a ressonância e a tomografia, porém um raio x veterinário digital pode auxiliar na avaliação de dentição, articulações, seios frontais, cavidade nasal, neoplasias ósseas e fraturas.

Porque o raio x veterinário contrastado é considerado invasivo?

Alguns especialistas consideram o raio x veterinário contrastado um exame invasivo, isso porque o animal precisa ser submetido a substâncias com elevado número atômico como o iodo e o bário, para que a exposição seja feita, os componentes podem ser ingeridos ou injetados nos pets. O animal não corre nenhum tipo de risco, porém o procedimento acaba sendo mais demorado e seus resultados trazem mais detalhes, o que permite que o veterinário consiga diferenciar tecidos considerados similares.Diversas recomendações devem ser tomadas antes que o raio x veterinário contrastado seja realizado em um pet. Em casos como o estudo da coluna vertebral, é necessário que seja feito uma limpeza no intestino do animal por meio de laxantes. Jejum e a remoção de artigos metálicos também são exigidos durante a realização do exame. Mesmo com a objeção por parte de algumas pessoas existem exames que necessitam da utilização do método como os: Mielografia, Esofagograma, Trânsito Gastrointestinal, Urografia Excretora e Uretrocistrografia.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Ideal Pet Care atende raio x veterinário: