transporte para pet

Formas simples e seguras de um transporte para pet

Só quem é dono de um animal de estimação sabe o quanto é difícil na hora de um transporte para pet, naquelas saídas inevitáveis de carro como em viagens, uma visita a clínica veterinária ou até mesmo passeios aos parques. Porém, um transporte para pet exige alguns cuidados especiais para manter a segurança do animal durante a viagem, e que acima de tudo sigam as normas obrigatórias de segurança no trânsito.

Maneiras seguras de um transporte para pet

Atualmente existem diversas formas práticas e seguras no mercado pet para o transporte de animais, que permitem levar os bichinhos em um passeio de carro de maneira confortável e segura. Muitos dos produtos para o transporte de bichinhos de estimação podem ser encontrados facilmente em lojas para animais e pet shops.

  • Cinto de segurança: Serve para animais de todos os tamanhos, como se fosse uma guia normal o dono prende o cinto do pet direto no local que prende o cinto ao carro. O cinto para transporte de bichos tem o tamanho ideal para fazer com que o animal fique firme e não tenha liberdade de andar para um lado e outro no banco de trás durante o transporte para pet;
  • Grade se segurança: Caso o transporte para pet seja um cão de grande porte, além do cinto de segurança será necessário providenciar uma grade de segurança, ela é ajustada entre o banco de trás e o da frente, assim o animal não conseguirá colocar a cabeça entre os bancos, tirando a atenção do motorista;
  • Cadeirinha: Uma boa opção de transporte para pet, caso o animal não goste de ficar preso é a cadeirinha, que permite uma maior liberdade nos movimentos do bichinho, elas são recomendadas para cachorros de pequeno porte e que pesem até dez quilos. A cadeira vai presa ao banco do carro e o animal preso a coleira, dentro da cadeirinha;
  • Caixa de transporte: Um transporte para pet já muito conhecido são as caixas de transporte, uma vez que é necessário somente colocar o animal dentro da caixa rígida e prender a alça do cinto de segurança. O pet vai estar confortável e seguro dentro da caixa de transporte que estará bem presa ao cinto de segurança evitando o risco de se tombar ou rolar do assento durante a viagem.

Como não realizar um transporte para pet

O código de trânsito brasileiro possui algumas restrições para o transporte de animais nas partes externas do veículo, assim como também é proibido realizar um transporte para pet entre braços e pernas. Levar os animais soltos dentro do transporte, oferece risco a atenção do motorista que dependendo da distração pode chegar a perder a direção do veículo, uma vez que o animal possa ter mania de andar de um lado a outro ou pular no colo de seu dono enquanto dirige, podendo vir a causar acidentes.É essencial que os donos de animais sejam responsáveis durante o transporte para pet e utilizem formas seguras quando viajarem de carro, com pequenas atitudes todos podem tornar o trânsito um lugar seguro, além de manter seu amiguinho de quatro patas protegido de maiores danos.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Ideal Pet Care atende transporte para pet: